Dagoberto Ludwig espera superar a média de 290 sacas por alqueire na safrinha 2020

Na manhã deste sábado, 07 de março, a Expedição Milho Safrinha Rally Campeões de Produtividade chegou ao município de Sertanópolis na região Norte do Paraná. A reportagem do Projeto foi recebida pelo produtor Dagoberto Ludwig, que fez um balanço da colheita da safra 2019/20 e falou sobre as perspectivas para a Safrinha 2020.

Ludwig planta em uma área total de 4750 alqueires (11500 hectares), distribuídos nos estados do Paraná e Mato Grosso, onde 3700 serão destinados à Safrinha e 1050, no MT, para o consórcio (milho e baquearia). O produtor rural colheu no começo de março mais de 80% da safra 2019/20 em suas propriedades do Paraná e Mato Grosso. Ele revela que a falta de chuva prejudicou o começo do plantio. “Foi complicado, fomos muito ousados em plantar no finalzinho de setembro. Plantamos em meio à poeira. A soja não nasceu direito, o que acabou quebrando a produção”, conta Ludwig.

O Projeto Expedição Milho Safrinha e Rally Campeões de Produtividade  conta com o patrocínio de Buscagro, Brandt, BASF e Simbiose.

 

A entrevista completa você encontra na edição impressa.

Fonte: Revista Agrícola